Restaurante de Curitiba vence prêmio de “restaurante a quilo do Brasil”

O melhor restaurante a quilo do país fica em Curitiba, no Paraná. O Tomilho Cozinha Cotidiana, do chef Daniel Massara, foi o campeão da edição 2020 do concurso O Quilo é Nosso, promovido pela Abrasel com apoio do Mundo Mesa.

Com começo no dia 20 de outubro, a competição movimentou inúmeros restaurantes a quilo no país que brigaram pelo status. O evento tem o intuito de prestigiar o modelo de serviço, que além de ser uma invenção nacional, é o modelo de atendimento mais frequente, conforme estudo do Sebrae.

O ano foi muito complicado para o setor de alimentação longe de casa, especialmente, para o sistema de comida a quilo. Para muitos desses estabelecimentos, dependendo da região, os efeitos da pandemia ainda impactam não somente pela quantidade de quantidade de cliente, mas também na possibilidade de operação.

 “Ficamos muito felizes em poder realizar o Quilo é Nosso mesmo em um ano de tantas adversidades. O modelo a quilo possui poucas iniciativas de fomento e esse concurso certamente provou sua importância, mostrando que veio para ficar”, declara o presidente do Conselho de Administração da Abrasel, Paulo Nonaka.

Receita usada pelo restaurante de Curitiba na final

O evento é feito em três fases: sendo voto da população em cada município, analise de juro local e juro nacional. Neste ano, a final ocorreu no Rio de Janeiro, na escola de gastronomia Le Cordon Bleu, com transmissão ao vivo pelo canal da Abrasel no Youtube. Os finalistas tiveram cerca de três horas para preparar o prato e, ao final, defenderam sua ideia juntos aos jurados.

O restaurante vencedor de Curitiba apostou no “dumpling de tilápia” a receita que conquistou os jurados, levando o título de melhor restaurante a quilo do País para o Tomilho Cozinha Contemporânea (PR).

Restaurante de Curitiba vence prêmio de “restaurante a quilo do Brasil”
Foto: Abrasel

 “É com um enorme prazer que a gente recebe esse título, com a coroação de um trabalho de muitos meses. Vitória de um setor que passou por momentos difíceis e estamos muito felizes com o prêmio. Voltamos para o Paraná com a sensação de dever cumprido, alma lavada e prontos para os próximos desafios, anos e décadas”, comemorou o chef e proprietário, Daniel Massara.

A segunda posição ficou com o restaurante de Manaus (AM), Lan Grill, com um medalhão de pirarucu recheado com farofa regional com castanha, tucumã, pupunha e banana pacovã ao creme de cupuaçu, do Chef Eraldo Bentes e em terceiro lugar, o Mayer Sabores do Brasil, de Brasília (DF), com o filé de atum selado na brasa acompanhado de purê de batata doce.

Estímulo para o setor de restaurantes a quilo

Além de incentivar os estabelecimentos na retomada, o concurso também mostrou o potencial de inovação da culinária no serviço a quilo. Fato reafirmado pelo depoimento de Ricardo Castilho, diretor editorial da revista Prazeres da Mesa.

 “O nível desse ano foi muito alto, foi muito apertado o resultado. O que eles mostraram nessa final é que o quilo pode sim ser criativo, que está se reiventando e vai longe. Fiquei muito satisfeito com os três pratos que provei”, afirmou Ricardo Castilho, diretor editorial da revista Prazeres da Mesa.

O que você achou deste artigo?