Belém continua com selo ‘Cidade Criativa da Gastronomia’

Belém conseguiu renovar o título internacional de Cidade Criativa da Gastronomia, oferecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Esse status é renovado a cada quatro anos e o município selecionado necessita apresentar um relatório sobre as realizações no decorrer desse tempo.

A documentação é encaminhada para Paris, na França, sorteado e repassado para oito cidades que integram a rede mundial. A apresentação é analisada por todos, ganhando um conceito para todos os itens exigidos.

Depois disso, as avaliações são repassadas para a coordenação geral que resume o conceito final. Em 2020, foram 26 cidades avaliadas, sendo oito eliminadas e 18 com o selo renovado. Ou seja, Belém faz parte dessa segunda lista.

O primeiro título de Cidade Criativa da Gastronomia, concedido pela Unesco, ocorreu 2015, quando Belém virou destaque global no setor culinário ao fazer parte de uma série de locais que visam o crescimento de forma sustentável e socialmente justo.

“O relatório foi enviado com todas as atividades desenvolvidas, desde os eventos internacionais, como o Encontro Mundial da Gastronomia, em 2017, Laços Belém-Portugal, em 2018, Encontro Latino Americano, em 2019, circuitos gastronômicos no Feliz Luzitânia, mercados criativos, Circuito Fluvial do Combú/IGARA. Enfatizamos, também, as capacitações de permissionários, boieiras e merendeiras oferecidas na gastronomia, em parceria com a Universidade da Amazônia (Unama) e, em empreendedorismo, em parceria com a Secretaria Municipal de Economia (Secon)”, explicou a ponto focal da Unesco em Belém, Claudia Sadalla.

Belém continua com selo ‘Cidade Criativa da Gastronomia’
Foto: Divulgação

Vale salientar que o país conta com outras três cidades com esse mesmo título: Florianópolis, Parati e Belo Horizonte. Já Belém é reconhecida por apresentar uma das gastronomias mais prestigiadas e originais do Brasil, ao englobar referências africanas, indígenas e portuguesas.

Gastronomia Criativa em Casa em Belém

O último evento promovido na região foi o Gastronomia Criativa em Casa, com o intuito de oferecer diversão na cozinha com orientação para criação de receitas típicas para o público interessado. Os episódios foram transmitidos sempre aos sábados, nas redes sociais da Administração Municipal com a participação de chefes, boleiras e merendeiras.

Entre os chefs convidados estavam a merendeira premiada da Prefeitura de Belém, Joselene da Silva. Em 2017, ela foi uma das campeãs do concurso “Melhores Receitas de Alimentação Escolar”, realizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), as boieiras campeãs do Mercado Criativo Ver o Peso: Beth e Tieta, e o chef Brenno Pinto, professor da Escola Criativa de Gastronomia de Belém.

“A renovação do selo é a validação e o reconhecimento do trabalho realizado na cidade de Belém, pela Unesco, principalmente no que diz respeito aos treinamentos e qualificações, participação ativa nas reuniões da rede, e organização de eventos internacionais. O selo é um resgate do sentimento de orgulho e pertencimento da população em relação à nossa Gastronomia Criativa, que é representada pelas nossas boieiras, mercados, comidas típicas de rua, chefs qualificados e receitas premiadas em Parma”, completou Sadalla.

O QUE VOCÊ ACHOU DESTE TEXTO?

Por favor insira seu comentário!
Por favor, coloque seu nome aqui